• F-11 Segurança

O que é Segurança Patrimonial e seus principais conceitos?



O que para você representa a Segurança Patrimonial? Que tipo de serviço é esse e qual é a entrega feita pelas empresas? Dados divulgados pelo Atlas da Violência em 2015, pesquisa feita pelo IPEA, mostra que foram registrados mais de 59 mil casos de homicídio sendo que mais de 70% com armas de fogo.

Para termos uma ideia do problema real da Segurança, no Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que nas 27 capitais do país, houve quase 16 mil mortes decorrentes de crimes violentos como latrocínio, homicídio doloso, lesões seguidas de morte, quase uma vítima a cada 30 minutos.

Em um cenário de violência crescente, onde os prédios deixaram de ter muros baixos e jovens e crianças foram impossibilitados de brincar livremente na rua, damos espaço para a Segurança como prioridade.

Hoje nossa rotina apresenta prédios com:

  • Muros altos;

  • Alarmes;

  • Sensores;

  • Câmeras de Vigilância;

  • Portaria 24 horas e algumas armadas;

  • Entre outras.

Por mais ostensivo que isso possa parecer em comparativo ao passado, hoje é nossa realidade e essas medidas de segurança acabaram se tornando preventivas e fazem parte do conceito de Segurança Patrimonial atualmente. Neste artigo vamos explicar tudo sobre esse serviço e como uma empresa o presta.

Qual é a função da Segurança Patrimonial?

Por definição e conceito Segurança Patrimonial é que um conjunto de medidas protetivas para evitar danos e perdas ao patrimônio de instituições, empresas, condomínios e residências. Ela visa garantir a integridade física destes bens mas, principalmente, das pessoas que deles usufruam. Essa atividade é regulamentada pela Lei nº 7.102, de 20 de junho de 1983.

Em se tratando de Segurança Patrimonial é estabelecido um estado que cuida de três particularidades dentro do ambiente protegido: Danos, interferências e perturbações.

Quando falamos em danos a segurança é feita para evitar perdas materiais como:

  • Roubos;

  • Furtos;

  • Incêndios;

  • Qualquer coisa que possa gerar perda material para o contratante.

Nas interferências a segurança é feita para evitar ações diretas no negócio do contratante como:

  • Furto de Informações;

  • Espionagem;

  • Sabotagem.

Qualquer interferência que possa causar perda financeira para o contratante.

Já as perturbações são situações que possam afetar o andamento do trabalho no local, que gerem ameaças ou que interrompam os trabalhos, tais como:

  • Greves;

  • Paralisações;

  • Alcoolismo e Drogas no ambiente de Trabalho;

  • Vandalismo;

  • Etc.

Quais os ramos que mais precisam dos serviços de Segurança Patrimonial?

Praticamente todos os ramos que têm tráfego de pessoas precisam desse serviço, afinal de contas é uma forma de proteção tanto para os bens patrimoniais como para as pessoas que estão trabalhando ou residindo em seu interior.

Mas há um setor bem específico que possui uma demanda grande: as empresas de alto valor. Empresas que produzem produtos de alto valor de mercado ou que transportam valores, podemos citar:

  • Empresas Bancárias;

  • Empresas Farmacêuticas;

  • Produtos de Alto Risco humano;

  • Produtos de Carga de Alto Valor tanto perecível como Não Perecível;

  • Produtos de Carga Tecnológica;

  • Entre outras.

Há também os setores residenciais como condomínios que contratam esse serviço para maior segurança dos moradores e dos bens do local. E dentro desse serviço ainda há a possibilidade, conforme a periculosidade, do uso ou não de armamento para a segurança – que deve ser avaliado diretamente pela empresa contratada junto ao cliente.

Uma empresa de segurança patrimonial deve estar devidamente regulamentada e apta pelo DPA - Departamento de Polícia Federal para atuação na área de Vigilância Patrimonial ou Transportes de Valores, além do Alvará de Funcionamento e uma equipe altamente qualificada.

O Vigilante Patrimonial é o profissional que se encaixa nessa função, ele compreender todos os passos a serem seguidos no monitoramento das áreas definidas e as responsabilidades que essa tarefa envolve. Se uma vigilância armada se faz necessária, é indispensável que, além de rigoroso treinamento, os vigilantes sejam especificamente credenciados para a função, inclusive levando em conta a Instrução Normativa 78, de 2014, que estabelece os procedimentos para os exames psicológicos aplicados à categoria (conforme o previsto no Estatuto do Desarmamento, Lei número 10.826, de 2003).

Conclusão

Uma empresa de Segurança Patrimonial é uma empresa que promove segurança para seu patrimônio não importa qual seja, que visa minimizar ao máximo danos físicos ao aos negócio ou produto, atuando de acordo com as particularidades de cada cliente.

Confie em quem está há mais de 25 anos no mercado de segurança e que tem soluções de alto nível e qualidade para a sua empresa.

Converse hoje mesmo com nossa equipe de atendimento, tire suas dúvidas e confie sua segurança em nossas mãos.

Fontes:


Rua Idomineu Antunes de Caldeira, nº 79, Portão, Cotia, SP, CEP 06716-705.

(11) 4148-0805 | (11) 9 7589 2735 | (11) 9 9905-1310

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn